Regional

12/02/2020 00:33 Lucas Miranda/Sindserv

Servidores comparecem à Câmara de Mauá para evitar mudança no auxílio-transporte

Os servidores e funcionários públicos municipais, acompanhados da diretoria do Sindicato (Sindserv), compareceram à Câmara Municipal de Mauá, na última terça-feira (11), para protestar contra a mudança no modelo de pagamento do auxílio-transporte. A matéria não entrou na ordem do dia e, por isso, não foi à votação. Mas o Sindserv mantém a convocação dos trabalhadores para repetir a manifestação na próxima terça (18).

A Prefeitura de Mauá quer alterar a forma de pagamento do auxílio-transporte dos servidores públicos e encaminhou um projeto de lei ao Legislativo municipal. Atualmente o benefício é pago em dinheiro junto ao salário, mas a Administração quer passar o benefício para cartão eletrônico.

O presidente do Sindserv, Jesomar Alves Lobo, critica a proposta. “Ocorre que a tarifa na cartão Vale Transporte é mais cara e retira a autonomia do trabalhador em escolher o melhor modal do transporte público”, ponderou. “Por isso, prejudica a cidade e prejudica os trabalhadores da Prefeitura, da Câmara e das autarquias”, concluiu.

Dos 4.576 servidores que fazem uso do auxílio-transporte, 2.434 utilizam o sistema municipal de transporte público coletivo. Com a tarifa paga em dinheiro, a Prefeitura de Mauá gasta cerca de R$ 21 mil por dia no sistema municipal. Com a mudança, esse gasto sobe para R$ 26 mil por dia.


Todos os Direitos Reservados para Informa ABC

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo