Saúde

12/02/2019 00:55

Mauá inicia campanha de combate ao mosquito Aedes Aegypti

Casos de chikungunya e dengue tiveram redução significativa em Mauá nos últimos anos 

Mauá começa nesta segunda-feira (11/2) uma semana inteira dedicada ao combate do mosquito Aedes Aegypti, a ideia é mostrar que o problema pode ser tão grande que apenas um único Dia D não basta. Por isso, a Administração elaborou um cronograma de atividades que deve orientar os munícipes, sensibilizar agentes de saúde e priorizar as visitas porta a porta.
Os registros mais recentes de casos de dengue, chikungunya, zika e febre amarela em Mauá demonstram queda significativa:

  2017 2018 2019 Total
DENGUE 16 9 1 26
CHIKUNGUNYA 3 1 0 4
ZIKA 0 0 0 0
FEBRE AMARELA 0 0 0 0

Fonte: Vigilância Epidemiológica de Mauá – SP


A redução se deu pelo fato de dar mais importância ao controle da proliferação do mosquito. As ações para orientar os munícipes e os agentes comunitários de saúde e colaboradores das UBS (Unidade Básica de Saúde) são variadas. Do dia 11 a 13 de fevereiro, haverá uma maquete no terminal de ônibus central e nos dias 14 e 15 será realocado para o Paço Municipal. Durante a semana, os agentes participarão de rodas de conversa sobre o processo de trabalho que deve ser feito casa a casa e também realizarão as visitas, combatendo o mosquito.
Crianças e jovens também tem um papel fundamental para descentralizar as informações. Os gestores e professores das escolas da Rede Municipal de Ensino de Mauá abordarão o tema Aedes Aegypti de maneira lúdica com os alunos da Educação Básica – Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e Educação de Jovens e Adultos (EJA). As atividades são realizadas por meio de músicas, leitura e contação de histórias, brincadeiras, confecção de painéis e palestras.
Outras ações desenvolvidas nas escolas são trabalhos elaborados juntos aos alunos, ensinando a jogar lixo no lixo para que os recipientes não fiquem na natureza acumulando larvas. Afinal, a preocupação da SUCEN (Superintendência de Controle de Endemias), é com a possibilidade do aumento do número de casos devido às temperaturas elevadas e a grande quantidade de chuvas, por isso é necessário redobrar os cuidados na eliminação de possíveis criadouros do mosquito.


RECEBAINFORMATIVOS

Receba novidades sobre vagas de emprego e notícias do site em seu e-mail

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.
Copyright 2010-2017 INFORMA ABC © Todos os direitos reservados.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo